sexta-feira, 8 de outubro de 2010

O quão insensíveis tornaram-se os ouvidos!

"Somente música ruim faz dinheiro hoje." (Friedrich Nietzsche)

Meio assustador imaginar que isso foi dito no século XIX, isso mesmo, Nietzsche chegou à essa concepção há muito tempo atrás. Isso contraria a ideologia de que estamos em evolução... Atualmente essa frase é bem melhor aplicada.
Essa grande massa de músicas sem ritmo, sem letra, sem essência vem se expandindo cada vez mais. E é impressionante a quantidade de seguidores, será que as pessoas pararam de ter percepção musical? Porque dizer que esses sertanejos repetitivos, ou esses arrochas de melodias prontas (feitas apenas por um teclado...), pagodes de banalização sexual ou axé de “ginástica” são bons... FRANCAMENTE!!

O que há de bom nisso?

Acredito que essa febre seja o modismo, as pessoas tão deixando de ter opinião própria, deixando de ser críticos. E pude comprovar isso em vários aspectos, principalmente politicamente (tendo visto as últimas eleições), mas isso é outra discussão.

Chamo isso de ignorância, de não querer ver, maquiar para ser inserido na sociedade. Estamos no século XXI, tem em média uns 150 anos que Nietzsche chegou à conclusão de que o homem que acaba com o próprio homem, e de lá até então não tenho visto mudanças quanto à concepção de mundo que as pessoas têm.

E como diz Lula: “ Nunca na história desse país” as músicas ruins tem feito tanto sucesso. Quer comprovar? Assista dez minutos de TV, com certeza aparecerá um comercial de música sertaneja!

Sem mais delongas... Deixo aqui então minha contribuição para os que não conhecem a boa música!

Ouçam até o fim... Vale à pena!!!







AUTORA: LAÍS PORTELA

4 comentários:

MAILSON FURTADO disse...

Muito bom o post!!!

Parabens,muito bom!!

Conheça meu espaço...
http://mailsonfurtado.blogspot.com

Laís Portela disse...

Obrigada!
Vlw! ^^

Aníssima Duarte* disse...

Dizem que só os loucos lêem Nietzsche...Chato, ele? ACho sua frase mais que coerente..E digo mais,só os surdos ouvem as bandinhas contemporâneas que arrastam e levam o senso comum.
Boas falas Laís. Abç.

Laís Portela disse...

Apoiado!
São pouquíssimos os ouvidos que conseguem absorver à essência musical!
INFELIZMENTE!! :/
Grata Ana!
Abraço!

Postar um comentário

comenta aê!

 
Contador de visitas